Saturday, January 28, 2006

A Viagem

Ele fora convocado e estava lá quando devia. A adrenalina da situação o fazia insensível. As coisas de que sentiria falta, as pessoas de quem sentiria saudades, nada disso o atormentava. Simplesmente a ansiedade de cumprir a obrigação da melhor maneira possível o levava a frente dotando-o de uma coragem inexplicável.

Logo ao se apresentar eles o cobrem com roupas apropriadas. Toda a proteção necessária fazendo dele mais homem do que aparenteva ser. Novos amigos, novas missões, novos medos, novas sensibilidades, novos traumas, novas saudades. O coração também se tornara novo, diferentemente novo.

Ele cumpre as ordens exatamente como fora ensinado. Só não consegue cumprir uma e infelizmente a ordem de se manter vivo é por demais complicada e um explosivo invisível no meio do caminho viola tal ordem.

E assim ele volta para casa. A posição é horizontal, a adrenalina já não existe mais, as pessoas já não importam mais. Mas ele voltou, diferente, frio e adormecido. Mas pelo menos voltou!



11 comments:

Bel said...

Que deprê... eu, hein?

J Lívio said...

Não é deprê, Belz, é a realidade da guerra. Tava quierendo (e ainda vou!!) escrever sobre a brutalidade das guerras, mas comecei e saiu esse ai!! Triste, né???

Lilian Paula said...

Tudo que envolve guerras é triste!!!

Camila said...

Triste mas, real!

Camila said...

De que lugar do Brasil o sr. é? Posso saber?
Bjo

J Lívio said...

Camila, do Brasil sou de varios lugares!! rsrsrs Nasci na Bahia, mas morei no Piaui e por fim no Ceara. Atualmente moro com minha familia e trabalho em Orlando, Florida. Quer vir visitar a gente aqui nao??!!! :))

J Lívio said...

Camila, so mais uma coisa...se me chamar de sr outra vez vou bloquear voce!! hehehehe

Desert Flower said...

Aquela foto do rainbow foi tirada aqui no noroeste dos EUA. Quem me dera ver sol durante o inverno aqui. Ja chove a quase um mes sem parar. To ficando bored already. :)

Jana said...

Infelizmente uma tristeza bem real...

Beijos

Márcia(clarinha) said...

Uau!!
Linda forma de colocar palavras fazendo um conto da triste história real da guerra que parece não ter fim...
Lindo!!!
Ótimo final de semana
beijosssssssssssss

J Lívio said...

Clarinha...eu tava precisando desse comentario para esse blog!! hehehe Amanha vc vai entender pq com o blog que vou postar!! Bjo!